O que era antes um hobby, se tornou um mercado em ascensão!

A indústria de board games, ou, jogos de tabuleiro, hoje em dia, tem crescido significativamente ao longo dos anos. O que antes era visto como uma brincadeira por muitos consumidores, hoje movimenta uma indústria bem poderosa.

Em 2017, o setor de jogos, teve faturamento de R$ 567 milhões, 6% maior do que em 2016, de acordo com a Associação Brasileira de Fabricantes de Brinquedos. Isso significa que os jogos de tabuleiros estão rapidamente invadindo as mesas de bares, canais no YouTube, além das casas de milhares de pessoas. E não só isso, muitos desses jogos viraram esporte.

Porém, quem acha que esse mundo se resume a só War, Detetive, Monopoly e afins, não tem real dimensão desse universo. Segundo o site Boardgame Geek, só em 2018 foram lançados mais de 5 mil jogos originais em todo o mundo, sendo mais de 300 em versão brasileira.

Algo que tem ajudado bastante a indústria tem sido as plataformas de financiamento coletivo como o Kickstarter. Nesta plataforma, a arrecadação para criação de jogos foi de mais de US$ 27 milhões, valor que ultrapassa o levantamento de verba arrecadada em campanhas de criadores de jogos digitais, que foi de US$ 15,8 milhões.

Com isso, muitas empresas acabaram por se formar mediante a esse impacto tão grande dos jogos de tabuleiro no mercado. Empresas como a Kiwi Jogos, fundada por Marcelo La Carretta, Felipe Blaso e Juliana Ribeiro, produz e patrocina jogos Indies, cria Serious Games e jogos sob medida para empresas e pessoas.

A empresa foca na experiência que é jogar um jogo de tabuleiro, não importando se os jogadores são jovens ou mais velhos, se jogam muitos jogos ou se não jogam um bom jogo há tempos.

"Apostamos no futuro dos jogos enquanto entretenimento do século XXI. E, nós da Kiwi, apostamos que sim: jogos podem mudar o mundo."

Com seu recém lançamento, Plano de Fuga, finalista do Simpósio Brasileiro de Games e Entretenimento Digital (SBGames), é possível jogar com presos meio atrapalhados que buscam fugir da prisão. Os jogos de tabuleiro permitem diversas possibilidades, saindo do clássico padrão de Detetive ou War, criando diversos mundos ainda não acessados.

Marcelo La Carretta também é autor do livro Como Fazer Jogos de Tabuleiro Manual Prático, livro que faz um manual prático com diversos templates de jogos e suas mecânicas, servindo como guia prático prático do desenvolvimento de jogos de tabuleiro. E o livro ainda está disponível em português!

E essa indústria continua crescendo, e a gama de possibilidades é bem vasta. E o ponto positivo é que ela se torna mais acessível, não só pra quem desenvolve os jogos, mas para quem consome. E hoje em dia, ter jogos de tabuleiro se tornou mais fácil ainda!